Informações que você jamais vai encontrar no PIG – PAC 2: balanço mostra que 95,5% das obras previstas foram concluídas


PAC 2: balanço mostra que 95,5% das obras previstas foram concluídas

Segundo o governo, mais de R$ 871 bi foram investidos no período, o que equivale a cerca de 85% do previsto

Instalação dos dormentes da Ferrovia Transnordestina, em Pernambuco

Instalação dos dormentes da Ferrovia Transnordestina, em Pernambuco

O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), concluiu, até abril, 95,5% das obras previstas até o final de 2014 e investiu R$ 871,4 bilhões. Isso representa investimentos de 84,6% do orçamento previsto.

Segundo o 10º Balanço da iniciativa, divulgado na manhã desta sexta-feira (27), neste ano, os pagamentos com recursos do Orçamento Geral da União (OGU) somaram R$ 27,8 bilhões até 23 de junho. – 22% acima do mesmo período de 2013.

Os recursos empenhados cresceram 32%, de R$ 21,3 bilhões em 2013, para 28,1 bilhões em 2014. As estatais e o setor privado investiram R$ 33,7 bilhões nas áreas de geração, transmissão, petróleo e gás e combustíveis renováveis.

Só em Transportes, o PAC 2 concluiu R$ 58,9 bilhões em empreendimentos em todo o País. Foram 3.003 quilômetros (km) de rodovias, sendo 1.413 km em concessões, com destaque para a duplicação da BR-101 em Santa Catarina e Sergipe; e de 22 km da BR-408 em Pernambuco. Foram construídos também 78 km da BR-110 no Rio Grande do Norte.

Em mobilidade urbana, são 28 empreendimentos, com destaque para o Centro de Controle e Operação, em Belo Horizonte (MG), a ampliação da DF-047, em Brasília (DF), requalificação da Rodoferroviária, em Curitiba (PR), e a via de acesso ao aeroporto São Gonçalo do Amarante, em Natal (RN).

Já operam, mesmo que parcialmente, as seguintes linhas rápidas de ônibus articulados (BRTs): Leste-Oeste e Norte-Sul, além da Via Mangue, em Recife (CE); Eixo Sul, em Brasília (DF); Transcarioca, no Rio de Janeiro (RJ); Cristiano Machado e Antônio Carlos, em Belo Horizonte (MG); e o Marechal Floriano e a via Aeroporto-Rodoferroviária, em Curitiba (PR).

Balanço do PAC 2

Energia – O PAC 2 concluiu R$ 233,1 bilhões de obras de geração de eletricidade, com um aumento de 12.860 MW na capacidade. Para levar toda essa energia aos mercados consumidores, foram concluídas 35 linhas de transmissão, com 10.194 km e 36 subestações, com destaque para o trecho Jurupari-Oriximiná e Jurupari-Macapá da Interligação Tucuruí-Macapá-Manaus (713 km), entre o Pará e o Amapá e o trecho da Linha de Transmissão Salto Santiago-Itá (190 km) entre os estados do Paraná e Santa Catarina.

Saneamento – Foram terminados também 1.223 empreendimentos de Saneamento, como as obras de Ponta da Cadeia, em Porto Alegre (RS), para despoluir os rios dos Sinos, Guaíba e Gravataí. Também foram concluídos 70 empreendimentos de drenagem, 19 de contenção de encostas e 32 de pavimentação.

Por Márcio Venciguerra, da Agência PT de Notícias

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s