Marina Silva diz que o PSDB fede a derrota


Aécio rebate Marina e diz que se especializou em derrotar o PT

Em entrevista, candidata a vice disse que PSDB ‘tem cheiro de derrota’. ‘Temos que ter humildade de deixar essa decisão para os eleitores’, disse.

Marina e Aecio

 

Direto do G1

Pré-candidato do PSDB à Presidência, o senador Aécio Neves rebateu nesta quinta-feira (8) uma declaração da pré-candidata a vice-presidente Marina Silva (PSB/Rede), que disse que o “PSDB tem cheiro da derrota no segundo turno”, numa eventual disputa do tucano contra a presidente Dilma Rousseff (PT).

“Nesses 15 anos se eu me especializei em alguma coisa foi em derrotar o PT, sucessivamente. Ninguém tem hoje no Brasil o ‘know how’ de ter imposto tantas derrotas ao PT como eu tenho”, afirmou Aécio, antes de uma palestra na Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), em São Paulo.

A declaração de Marina Silva, que deve concorrer ao lado do ex-governador Eduardo Campos, foi publicada nesta quinta numa entrevista ao jornal “Folha de S.Paulo”. Em sua fala, ela buscou diferenciar o ideário do PSB e da Rede do projeto do PSDB e afirmou que “o PT já aprendeu que a melhor forma de ganhar é contra o PSDB”.

A última pesquisa do Ibope, realizada entre 10 e 14 de abril mostrava Dilma com 37% das intenções de voto, à frente de Aécio, com 14%, e de Campos, que tinha 6%. Um levantamento mais recente feito pelo Datafolha no início de maio mostrou Dilma com 38%, Aécio com 16%, e Campos com 10%. Em ambas as sondagens, Dilma venceria no primeiro turno.

Em rápida entrevista a jornalistas antes do evento em São Paulo, Aécio disse que não vai “cair na armadilha do PT de dividir as oposições”.

“Nós, da oposição, temos divergências mas não temos que ter receio de debater as nossas convergências […] Acho que em relação a resultado eleitoral, quem ganha ou que perde, todos nós temos que ter humildade de deixar essa decisão para os eleitores”.

Ele também comentou sobre a possibilidade de ali anças com o PSB nas disputas estaduais, ante a resistência de Marina em apoiar nomes do PSDB em Minas Gerais, São Paulo e Paraná.

“Não cabe a mim julgar as declarações de quem quer que seja. Cabe a mim fazer o que tenho feito, continuar conversando com todos os setores da sociedade para um projeto do país”, disse.

Anúncios

Um comentário sobre “Marina Silva diz que o PSDB fede a derrota

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s