Dom Orvandil detona Joaquim Barbosa


Dom Orvandil detona o Supremo Joaquim Barbosa

Bispo e professor não perdoa: chama o presidente do Supremo Tribunal Federal de “fracassado”, “cara de pau”, hipócrita e traidor; segundo ele, o que fica da Ação Penal 470 “é a desfaçatez de um malandro golpista que constrói um falso circo de condenações sem provas para prender inocentes”

Dom Orvandil

 

Direto do Brasil 247

247 – Em post em seu blog, o pastor anglo-católico, professor e militante Dom Orvandil desfere uma longa lista de críticas contra o presidente do STF, Joaquim Barbosa e avalia que o que fica da Ação Penal 470 “é a desfaçatez de um malandro golpista que constrói um falso circo de condenações sem provas para prender inocentes”. Leia seu texto:

Joaquim Barbosa é uma chaga social violenta e malcheirosa

Querida amiga Lohayne

Muitos autores, pensadores, jornalistas, cientistas políticos e sociais, juristas, partidários sérios da justiça, artistas e teólogos pensam e escrevem sobre as diatribes e falta de respeito de Joaquim Barbosa, acentuadamente desde que à frente do Supremo Tribunal Federal e principalmente quando o Ministro Barroso descascou toda a trama montada em torno das mentiras e desvios do chamado “mensalão do PT.”

Vivemos a impressão de que um temporal ético se armava em forma de carnaval quando de repente a máscara cai e mostra que o reizinho veste-se de nudez e má fé.
O que fica é desfaçatez de um malandro golpista que constrói um falso circo de condenações sem provas para prender inocentes. O objetivo é atender a sede de golpe de uma elite e de uma mídia acostumadas a manter esse povo cego, calado e escravizado.

Depois que o arbitrário, violento batedor em mulher, em velho e socador da poltrona da sala de seções do STF quando viu sua falsa tese condenatória cair aos cacos e cair a máscara começam a aparecer as pontas dos cabos que o ligam aos golpistas. Quem acompanha os noticiários televisivos, lê os jornalões e revistas mentirosas sabe que todos os meios mediáticos foram utilizados para pressionar os ministros e para impressionar a chamada opinião pública a constrangê-los a fazer sujeira, a sujeira comandada pelo fracassado Joaquim Barbosa.

Mas não foi somente através da mídia que a elite domesticadora e dominante agiu. Como diz o meu amigo jornalista Altamiro Borges, essa elite é competente e inteligente. Eu não acho isso, em todo o caso vamos lá.

Organizações como o escritório Borges e Strübing Müller Advogados, de Adriano José Borges Silva – ex-genro de Ayres Britto, que saiu direto do STF para outra organização golpista – dono de imensa mansão em Brasília, frequentada por Joaquim Barbosa para tratar de “investimentos” no exterior, sempre cuidadosamente sem a presença dos funcionários da mansão e sem testemunhas. Adriano publicou documento de teor claramente golpista contra o que classificou de caos político no País [1]. Adriano é um dos mentores do mistificador e golpista da justiça.

O senhor Ayres Britto, com aquela voz mansa e com fama de poeta, “depois de sair do STF virou presidente do Instituto Innovare, um dos braços políticos da Rede Globo e que até pouco tempo atrás (sic) dava prêmios em dinheiro para magistrados e promotores”[2]. Essa ligação já é bastante promíscua e indicativa de orientação de dicas políticas a Joaquim Barbosa e a Gilmar Mendes. É fácil entender que as armações para condenar Dirceu, Delúbio, Pizollato, Genóino e João Paulo Cunha visavam desmoralizar os que a direita entendia como elaboradores da vitória eleitoral da esquerda e do governo de Lula. A decisão de caluniar o grupo da cúpula do governo e de enganar o povo se esclarece cada vez mais.

O jornalista Paulo Nogueira[3] conta que a Innovare é claramente uma empresa da Globo. Sua função é fazer a mente da justiça em todo o País. Essa empresa paga altos valores a palestrantes. Quem ganha muito dinheiro em palestras são exatamente Joaquim Barbosa e Gilmar Mendes. Este ministro é um dos mais suspeitos de ligações escusas desde que era advogado de Fernando Henrique Cardoso. O site de Nogueira mostra fotos desses ministros em encontros na Innovare juntamente com os donos da Globo.

Luiz Nassif identifica a conduta grosseira e o discurso de Joaquim Barbosa com o clima “de radicalização, de criminalização da política, do denuncismo desvairado que a oposição levantou a partir de 2006 e, especialmente, a partir da era José Serra.

Trouxeram de volta para a cena política o macartismo, abusaram da religiosidade, despertaram os piores demônios existentes no tecido social brasileiro, aqueles que demonizam as leis e propõem o linchamento, transformaram a disputa política em um vale-tudo.

Não valia denunciar aparelhamento da máquina, a política econômica, apontar erros na gestão pública, como em qualquer disputa política civilizada.

Repetiram nos mínimos detalhes a radicalização da política norte-americana, o movimento da mídia e do Partido Republicano dos Estados Unidos adotando o discurso virulento de ultra-direita do Tea Party.”[4].

Não tenho dúvidas de que Joaquim Barbosa, vestido de imensa hipocrisia e cara de pau, era porta voz de organizações políticas das mais perversas da direita golpista e fascista brasileira. Tanto suas ligações reais quanto seu discurso e comportamento toscos, intenso em desrespeito e falta de civilidade, sinalizam o uso do Supremo Tribunal Federal como aparelho para a prática de golpes contra o País e a democracia.

Já escrevi aqui sobre a traição que esse homem representa para os negros e para os pobres. Carrega a tintura de nossa origem africana em uma mente colonial embranquecida e imperialista na realização dos interesses dos escravocratas. Quando empossado no cargo de presidente do STF apresentou sua mãe sofrida pelos tempos de trabalho duro de trabalhadora doméstica e mencionou seu pai pobre. Porém, Joaquim os desonra ao trair os pobres no acercamento dos ricos e poderosos com o objetivo de obter vantagens financeiras e de ver o mundo a partir da ideologia dominante. Vergonhoso e mau exemplo para o povo.

Joaquim Barbosa ao servir aos interesses mesquinhos dos poderosos, que odeiam o povo e a revolução libertária, encarna o espírito de porco e se torna chaga social malcheirosa, carente de ser extirpada de onde indignamente está.

Poxa, Joaquim Barbosa causa estragos na consciência informe e ingênua de nosso povo. Na tarde em que saiu o resultado que condenou à prisão os tais “mensaleiros” fui a uma farmácia comprar refis para minha bombinha contra a asma. Relaciono-me bem com o balconista. Mas o mal joaquiniano atingiu o rapaz que disse achar muito “bão” prender aqueles “ladrões”. Esse é o serviço de Joaquim Barbosa ao levar os cegos sociais a cegueira rancorosa e odiosa, imersas em tremendas injustiças. Um aluno meu de um curso de pós-graduação ao se encontrar comigo me perguntou o que achei da prisão dos mensaleiros.

O grave de tudo é que as pessoas a cabresto da dominação que insensibiliza e bestifica se sentem alimentadas pelo desserviço da besta fera. Repentinamente as pessoas se mostram armadas e prontas para a guerra, sem a menor criticidade e questionamento sobre as forças que movem pessoas tão degradadas como Joaquim Barbosa e Gilmar Mendes.

Penso que a verdade começa a mostrar sua face em meio a toda a borrasca. Nosso desafio é suspeitar sempre do que a mídia “anuncia” e de suas calúnias. O poderio da classe dominante se traduz sempre em tentar influenciar os que comandam os poderes. Desgraçadamente o Supremo Tribunal Federal está nas mãos da pior orientação, a mais injusta possível.

Sinto enorme tristeza com o fato Joaquim Barbosa. Ele é uma amargura estúpida e egoísta, uma completa frustração da justiça. Sua origem negra e pobre lhe deu a grandiosa oportunidade e raízes robustas para escolher o caminho mais justo a seguir. Poderia inspirar-se em Marthin Luther King e somar-se aos que vivem sob condições desumanas e oprimidas. Poderia orientar-se por Nelson Mandela e lutar pela defesa e libertação do povo negro e pobre de nosso País e do mundo, como o grande líder sul africano fez virando um santo canonizado por seus irmãos de luta. Poderia exemplificar-se em Mahatma Gandhi na luta contra a violência e a opressão imperialista. Teve a oportunidade de entender Zumbi e Tiradentes na luta contra as brutais causas da opressão que desumaniza.

Mas não, que pena, Joaquim Barbosa optou pelas ilusões dos traidores e oportunistas ladrões da justiça e do povo. Preferiu virar de costas para o povo em busca do falso prestígio, próprio dos traidores. Deve pagar esse custo!

Abraços críticos e fraternos na luta pela justiça e pela paz.

 

 

 

Anúncios

9 comentários sobre “Dom Orvandil detona Joaquim Barbosa

  1. Só o fato de citar Nelson Mandela como exemplo de conduta já demonstra sua ignorância ou má fé, pois é sabido de todos que tem acesso à informações verdadeiras que este crápola foi preso por atentados terroristas com dezenas de mortes. Ele cometia atos de grandeza santificadora como explodir bombas de estilhaços em locais públicos como shopping’s por exemplo.matando famílias inteiras e mesmo após estar preso, ordenou ações desse tipo, assim como fazem os traficantes aqui no Brasil nos dias de hoje. Mas não para por aí. Ele foi devidamente encaminhado à presidência da África do Sul para cumprir um compromisso programado pelas famílias que comandam o mundo que era de passar a exploração das minas de diamantes para um grupo privado controlado justamente por uma dessas famílias. E para fechar saiba que o candidato à canonização segundo sua visão; Nelson Mandela foi sócio por um bom tempo em uma dessas minas de exploração de diamantes com mão de obra escrava de seus “irmãos negros”.

    Curtir

    • Ainda que seja mencionado Nelson Mandela, que foi um líder e ninguém vai tirar isso dele! E se fez algo que não pareceu tão “digno” foi para que hj a Africa fosse um país diferente!! Ele conseguiu o impossível! Uma democracia sem exclusão!! E isso nada tem haver com o JBosta! Um corrupto safado que deve ter recebido uma grana alta para não julgar outros e somente o PT!! É um crime qualquer tipo de comparação! Comparar o líder de uma nação, que é idolatrado com uma pessoinha que eu ontem e já teve seus 15 minutos de fama!!]
      E se as vezes é preciso errar para acertar e muiiito, é lamentavel mas, é assim que deve ser feito! Vide Dilma, que condenam tanto seu passado, mas que fez o que fez para lutar pelo que temos hj : uma democracia!! E se hj estamos falando o que quer , devemos muito agradecer a ela!!

      Curtir

      • Anndrea teixeira. Stalin e Hitler também foram idolatrados como Mandela e Lula.Até aí você não disse nada!. A Dilma, Lula, nem o PT trouxeram democracia nem liberdade nenhuma para nós. A liberdade “que ainda temos” você deve agradecer aos Militares que em 1964 atendendo ao clamor do povo e das igrejas nas ruas e de todo o setor empresarial do Brasil impediram que o país se tornasse uma nova Cuba com uma elite política dirigente do “Partidão”(Partido comunista do Brasil) e envolta deste a massa do proletariado, sem classe média é lógico! Pois a concepção de sociedade ideal para eles é com uma casta dominante políticamente e a pobralhada em volta esmolando as migalhas do estado. Algo parecido com o Bolsa-família, só que ampliado para Bolsa-miséria material e intelectual.
        O PT está com o mesmo objetivo socialista/comunista dos anos 60, só que agora não mais através da luta armada, mas pelo “marxismo cultural” explicado com muita propriedade pelo padre Paulo Ricardo em uma sequência de seis vídeos no youtube e o primeiro da sequência é; Visão histórica – Marxismo Cultural e Revolução Cultural – 1/6 – Primeira Aula
        Se você tiver interesse em assistir toda a sequência sairá desse engano que nada mais é que uma mentira grandiosa e bem encenada, mas nada mais que uma mentira!

        Curtir

      • Assista esse vídeo e através dele você se quiser e souber pesquisar, achará aqui mesmo na internet aquilo que a TV nunca te disse e se for um estudiosos dedicado e com recursos procure fora do Brasil documentação sobre o assunto. Inclusive o ator Leonardo di Caprio quis rodar um filme sobre a exploração escravocrata dos diamantes na África do Sul e teve a inocente idéia de procurar o Nelson Mandela para expôr a idéia do filme que poderia ajudar a causa da liberdade “pós aphartaid”, mas obteve uma recusa do mesmo à idéia do filme ser realizado e o Leonardo Di Caprio não havia entendido o porque daquela reação de Mandela, porque até então Leonardo Di Caprio não sabia que o próprio Mandela era um beneficiado direto desta exploração de diamantes com mão de obra em condições sub-humana de “irmãos negros” sul africanos! Isso é só para começar. Estude, pesquise e verá! https://www.youtube.com/watch?v=g1piEdbGHR4

        Curtir

  2. Absolutamente grotesco este Dom….. Barbosa é o mais importante ministro que o STF já teve. Com coragem quebrou paradigmas e colocou no xilimdró gente importante no exercício do poder!!! Vai firme Barbosa… não se intimide com comentários absolutamente desonestos como este… deste… Dom !!!!

    Curtir

  3. “Tiradentes na luta contra as brutais causas da opressão que desumaniza.”???? O tal bispo deveria ter um pouco mais de aprofundamento histórico e parar de propalar tantas asneiras.

    Curtir

  4. A Igreja deveria se ocupar com problemas referentes a religião, e não ficar criticando o que desconhece por questões óbvias. Engraçado porquê o dito cujo não apresenta discussões a respeito das doutrinas ultrapassadas da igreja, dos pedófilos de batina escondidos, do dinheiro que é mandado para a grande prostituta, aliás só vai atrás desses falsos moralistas quem defende gatunos que de certa maneira garantem os privilégios da igreja que na minha opinião deveriam pagar imposto.

    Curtir

  5. Bom quando um texto causa tanta polêmica. Acho difícil qualquer defesa aos mensaleiros… mas, concordo plenamente que o braço forte do Barbosa continue a julgar outros políticos que tanto nos roubaram e estão imunes ao grande tribunal…. a julgamento amplamente divulgado…. com investigação de repórteres que deveriam estar servindo a inteligência policial do país. Prisão sim ao mensaleiros… continuação da justiça aos tucanos. O Dom tem que ler mais História… não narrativas de fatos biográficos. Entretanto, desvalorizar o papel desses grandes líderes para sua época e para a História do seu povo e cometer o mesmo engano o autor do artigo. Foram líderes sim… nunca deuses… imperfeitos em suas ideologias fazendo uma critica anacrônica. História é a história do seu tempo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s